terça-feira, 11 de julho de 2017

Série Mulheres Que Sabem Servir: Parte II

Ela é humilde

Hoje é terça-feira dia de dar continuidade a nossa série sobre as mulheres que sabem servir, e que alegria poder estudar e aprender a palavra junto com você amiga leitora. Semana passada na parte I de nossa série estudamos sobre Maria Madalena  ao qual aprendemos que quando servimos a Deus de coração recebemos o que precisamos e agora iremos aprender com Joana, uma mulher ao qual é um exemplo bíblico de mulheres que sabem servir. 

"E aconteceu, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com Ele, e algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e enfermidade: Maria, chama Madalena, da qual saíram sete demônios; E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que O serviam com seus bens" (Lucas 8:1-3). 

Joana era uma mulher muito rica, casada com Cuza, procurador de Herodes. Se ela vivesse nos dias de hoje, certamente, teria seu nome na coluna social dos jornais da cidade, pois vivia junto às pessoas que faziam parte da corte de Herodes. E, por mais que ela tinha um poder aquisitivo muito grande teve humildade de saber servir ao Senhor Jesus e teve sua vida transformada pelo Rei dos reis. 

O orgulho é uma das características que trás dores insuportáveis, pois pensa que levar a vida empurrando com  barriga vai fazer com que seja uma mulher vencedora. Joana por mais que era rica, possuía uma enfermidade. A Bíblia não relata que tipo de enfermidade ela tinha, mas ao estudarmos sobre sua vida observamos o quanto ela teve que deixar o orgulho e ter humildade para ouvir o evangelho anunciado por Jesus. 

A mulher que sabe servir não vive de aparência e nem é orgulhosa, sabe reconhecer quando precisa mudar a direção para agradar a Deus. Joana não vivia de aparência, foi humilde reconhecendo que precisava ser curada. Não ficou pensando o que seu marido ia pensar e nem o que suas amigas iria pensar ao seguir Jesus, ela sabia que perto de Jesus ela teria uma vida espiritual rica.   

A mulher que sabe servir é humilde e esta humildade leva ela a ser grata pelas bênçãos recebidas. Que possamos ser como Joana humilde reconhecendo que Jesus pode nos transformar e que como mulher posso Servir Jesus com meus bens, ou seja, com meus dons.

"A recompensa da humildade e do temor do Senhor são a riqueza, a honra e a vida" (Provébios 22.4).

Não sei  o que você precisa, mas há uma recompensa para você quando consegue ser humilde. E lembre-se que ter humildade não é ser pobre, mas sim RECONHECER que sem Jesus nada podemos. É ser grata e corajosa para obedecer a palavra de Deus. É ser como Joana, que por mais que ela vivia no meio de pessoas orgulhosas, que não temia a Deus, soube respeitar e servir a Jesus. Você pode até conviver no mundo, mas as coisas desse mundo não pode viver dentro de você.
Que a Graça de Deus esteja com todas nós, Adrielle Kawahara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Porquê melhor é a sabedoria do que jóias, e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela". Provérbios 8:12

Template by:

Free Blog Templates